Tex no Brasil diferenças entre 1ª e 2ª edição por Clube Tex Brasil

TEX: Diferenças entre 1ª e 2ª edição

Os colecionadores mais novos de TEX nem sabem que a revista TEX teve uma segunda edição no Brasil que foi dos números 1 ao 149, totalizando exatas 150 edições. Outros sabem disto, porém pensam que as duas edições são iguais, tendo em sua coleção exemplares mesclados entre uma e outra, sem notar diferenças aparentes.
De concreto, a constatação de que os 150 números da 2ª edição de TEX (de 1 a 149) apresentam inúmeras diferenças se comparados à 1ª edição, formando uma coleção à parte, fato que motiva os autênticos colecionadores de TEX a montarem as duas coleções separadamente, como fazemos nós no Portal TEXBR.
Pode o leitor achar que estamos errando na matemática, mas a 2ª edição tem exatos 150 edições de TEX que vão dos nºs 1 ao 149. A diferença ocorre porque enquanto TEX-094 da 1ª edição trouxe uma aventura completa com título Pacto de Sangue, a segunda edição trouxe TEX-094 - Pacto de Sangue e TEX-094A - A Vingança de Águia da Noite, ou seja, a mesma aventura desdobrada em dois números.
As diferenças são tantas que caberiam um trabalho muito mais extenso do que este apresentado nesta página. Nos deteremos sempre que possível nas diferenças da faixa de numeração entre 1 e 149, enumeraremos as principais diferenças, no intuito de colaborar com a nação bonelliana, que também pode contribuir com outras diferenças escrevendo para o Portal TEXBR.
Vejamos primeiro de forma global: enquanto os 149 TEX da 1ª edição foram TODOS publicados pela Editora Vecchi, a 2ª edição de TEX foi publicada por 3 editoras: Vecchi (dos nºs 1 ao94), Rio Gráfica (dos nºs 94A a 134) e Globo (dos nºs 135 ao 149). Via de regra, praticamente todas as revistas da 2ª edição trazem estampado na capa "2ª edição", logo abaixo do logotipo do TEX, o que facilita a identificação.
Dos números 1 a 37, enquanto a 1ª edição apresentava formato italiano, 14cm de largura x 20,5 de altura, a segunda edição iniciou em abril 1977 já no formatinho tradicional que a revista tem hoje: 13,5cm de largura x 17,7cm de altura.
Note também o leitor que alguns títulos mudaram da primeira para a segunda edição, como "Cidade sem Lei" (TEX-019 - 1ª ed.) para "A Cidade sem Lei" (2ª ed.); "O Seqüestro de um Rapaz" (TEX-027 - 1ª ed.) para "O Seqüestro" (2ª ed.); "Tex Vence Búfalo Bill" (TEX-028 - 1ª ed.) para "Búfalo Bill" (2ª ed.) e "Os Cinco Fugitivos do inferno" (TEX-029 - 1ª Ed.) para "Cinco Fugitivos do Inferno" (2ª Ed.) [informações deste parágrafo enviadas por Thales de Miranda, de Rio de Janeiro, RJ, Brasil]
Dos números 1 ao 68, a lombada da 1ª edição apresenta o nome TEX escrito em letras, apresentando o logotipo estilizado TEX tal qual o conhecemos hoje somente a p
artir do número 69. Na 2ª edição, já no nº1, o logotipo estilizado está presente na lombada.
Regra geral, o logotipo da lombada de TEX 1ª edição a partir do nº69 (e até o nº350) é apresentado na cor AZUL, e na 2ª edição em vermelho, mas como em toda regra há exceções, na 1ª edição nºs 69, 70, 72, 74, 75, 76, 77, 126 (e também 163, 171, 271) aparecem em vermelho, assim como os números 71 e 73 (e também 300) trazem logotipo em amarelo. Na segunda edição, embora a regra da cor do logotipo seja o vermelho, os nºs 20, 90, 91, 92, 93, 94, 118, 122 e 125 saíram com logotipo em azul e os nºs 62 e 130 chegaram às bancas em cor amarelo.
Importante salientar ainda que somente duas revistas da série TEX NORMAL apresentaram lombada coloridas e em cor amarelo: TEX-011 da 2ª edição e a recente TEX-400. As demais todas têm fundo branco.
Mas o que causa mais atrapalho nos colecionadores de TEX é o fato dos nºs 135 a 149 não terem os mesmos títulos entre 1ª e 2ª edição. Até TEX 134, a 2ª edição republicou a 1ª edição com os mesmos títulos. Porém, com o lançamento da série Tex Coleção que trazia a aventura A Mão Vermelha (que era a história de TEX-135 da 1ª edição), os editores optaram em pular essa história na 2ª edição, adiantando um número e fazendo com que o nº 135 da 2ª edição tivesse publicado a história do TEX 136 da 1ª edição e daí em sequência até TEX 147. Para corrigir esta diferença, TEX 148 da 1ª edição foi dividida em duas revistas na 2ª edição: TEX 148 e TEX 149, com isto poderíamos ter o TEX 150 da 2ª edição igual ao TEX 150 da 1ª série, mas infelizmente a 2ª edição parou no nº 149.
Finalizando, a 2ª edição apresenta duas capas distintas da 1ª edição, a TEX-094A, já ilustrada no alto, nesta matéria, e TEX-149, que foi uma repetição da capa de TEX-023 (veja ao lado TEX-149 da 1ª edição e TEX-149 da 2ªedição).
Por tudo isto e mais algumas coisas não citadas nesta matéria, os 150 números da 2ª edição de TEX são preciosos e tornam-se material indispensável na gibiteca de todo texiano que se preze! Só teremos elementos a fundo da história de TEX se tivermos ao alcance da mão as duas séries completas, 1ª e 2ª edição, para nos
so deleite e pesquisa.
Escreveu esta matéria: 
Gervásio Santana de Freitas
Coordenador Portal TEXBR
Fonte: Portal T
exbr: http://www.texbr.com/texnormal/ed1e2_diferencas.htm
Adaptada para este Blog por Jessé Bicodepena

Não saia sem comentar no site

Pages